domingo, 31 de agosto de 2008

LÏBERDAH

Como prometido, eu trouxe fotos do ensaio. Também bati cabeça num show da "Hugin Munin" (vulgo "RrRãguem Mãnem!"... bizarro*) neste dia, mas as fotos desse evento foram tiradas com câmera alheia. -> a minha tava sem bateria

Logo que tiver as fotos, as trago aqui.
Embora... quem lige?


Somos fodas. Primeiro ensaio, mas eu enxergo um futuro glorioso.
Abraços a todos.

*Por incrível que pareça e as pessoas não acreditem, essa porra se pronúncia da mesma forma como se lê: "Ruguim Munim"; sem fazer viadagens com a língua nem nada. É vinking metal.

sábado, 30 de agosto de 2008

De volta ao normal

Depois de passada a temporada de lançamento do novo single do ABC, abandonemos a skin de cores irritantes e voltemos ao padrão. Bem melhor, né?

Bem, to de saída pro ensaio da LÏBERDAH. Assim que voltar, posto fotos de como foi.

Fui.

PS.: Me perdoem meus colegas, mas "Forever" é um lixo.

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Adultos e Crianças

Me diz como ser adulto
Preso na razão da criança
Pressionada e ferida
Fugindo para a luz que não alcança
Esticando as mãos para o paraíso
Sem poder tocar
nem a ponta de dedos da mão santa
Que um anjo prestou-se a esticar
para com as dela enlaçar
e o peso, com força e fé,
sob urros turvos elevar

Me diz pra que ser adulto
no corpo de uma criança
Se tenho tanto a aprender
e machuca essa esperança
e saber demais sem se poder
Ser perfurado pela lança
da verdade deste mundo
dos sofrimentos oriundos
À tudo que envolve o "viver"
e cada litro do ar que respiramos
e cada gota de dor
do suor que derramamos

Me diz como ser criança
No corpo de um adulto
Sofrido e cociente
Da maldade, do ódio e do mito
Cociente do mundo e sabido
Que seus sonhos não se realizarão
E você, no paraíso, não entende
porque tão fundo é o poço da escuridão
Quando na luz se deleita do paraíso
e teme cair neste vazio
O profundo e escuro abismo
O inferno soturno desta solidão
Leonardo Misseno Justino



Não, não fucei o arquivo. Escrevi hoje.
E, hm, estava pensando na vida. Ainda acho ela muito complicada. Preciso me acostumar com as regras.

PS.: Como faço pra abrir mão de meu orgulho sem parecer um idiota?
Como faço pra ser orgulhoso sem parecer um idiota? Como não ser um idiota?
Conclusão; como não ser eu mesmo?

O segredo de Vegeta

Você também sempre estranhou aquela atitude doa Vegeta tentando se provar superior aos demais, aquele ódio irracional pelo Goku e aquela fixação por querer impressionar o papai? Freud explica... Mas esse vídeo escancara:



Aaaah... agora tá tudo explicado.

Dica da minha amada rainha, .

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

As 20 indiscutiveis leis do cabra homem

1: Sob nenhuma circunstância dois homens devem dividir um guarda-chuva.

2: É liberado para um homem chorar SOMENTE quando:

(a) Um cão herói salva o seu mestre.
(b) No momento que a Angelina Jolie começa a desabotoar a blusa.
(c) Após bater o carro do chefe.
(d) Ela começa a usar os dentes.

3: Qualquer homem que levar uma câmera para uma despedida de solteiro pode ser morto legalmente e ter seus pedaços grelhados pelos seus amigos.

4: Se você conhece um cara por mais de 24 horas, a irmã dele está fora de limites, a não ser que você case com ela.

5: Reclamar sobre a marca da cerveja grátis no refrigerador do seu amigos é proibido. Entretanto, sinta-se livre para reclamar se a temperatura dela está inconsumível.

6: Nenhum homem deve ser obrigado a comprar um presente de aniversário para outro homem. Mais, até mesmo saber do aniversário do amigo é opcional. Quando sabido, você deve celebrar em um bordel escolhido pelo aniversariante.

7: Em uma viagem longa, é a bexiga mais forte que determina as paradas, não a mais fraca.

8: Você pode flatular em frente a uma mulher somente após levá-la ao clímax. Se você trancá-la embaixo das cobertas para que ela deguste o sabor da sua flatulência, ela é oficialmente sua namorada.

9: É permitido ao homem beber um drinque doce de frutas somente em uma praia paradisíaca... Se ele foi entregue por uma modelo topless e se ele for grátis.

10: Somente em situações de perigo contra a moral e/ou física um homem pode chutar outro nos testículos.

11: Amigos não deixam amigos usar sungas. Nunca. Ponto final.

12: Se a braguilha de um homem está aberta, é problema dele, você não viu nada.

13: Mulheres que dizem "amar esportes" devem ser tratadas como espiãs até que elas demonstrem conhecimento do jogo e a habilidade de beber tanto quanto verdadeiros amantes dos esportes.

14: Nunca hesite em pegar o último pedaço de pizza ou a última cerveja, mas não os dois, isso é simplesmente mesquinharia.

15: Frases que NUNCA devem ser usadas por um homem para outro homem enquanto ele levanta pesos:

a) Yeah, Baby, Levanta isso!
b) Vai cara, me dá mais uma! Força!
c) Mais uminha e vamos para o chuveiro!

16: Nunca converse com um homem em um banheiro público a não ser que você esteja em situação igual a dele. Exemplo: Ambos urinando, ambos na fila, etc. Para todas as outras ocasiões, um balançar de cabeça quase imperceptível é o suficiente.

17: A manhã após você e a garota que era "Apenas uma amiga" tiveram uma troca de fluídos selvagem, quente e bêbada, e o fato de você sentir-se estranho e culpado não é uma razão óbvia o bastante para não pegá-la novamente antes que ocorra aquela discussão sobre quão grande fora aquele erro.

18: É aceitável que você dirija o carro dela. Não é aceitável que ela dirija o seu.

19: Um homem não deverá comprar um carro nas cores: Marrom, Rosa, Verde Limão, Laranja ou Azul Céu.

20: A garota que responde a questão "O que você quer de Natal?" com a frase "Se você me amasse, saberia." ganha um Playstation 3. Fim de história.

BÔNUS: Todos ouvimos falar sobre um homem possuir estômago e colhões, mas você sabe diferenciá-los? No esforço de lhe manter informado, eis a definição de cada um:

ESTÔMAGO” é chegar em casa tarde da noite após sair com a galera, ser pego pela mulher na porta lhe esperando com a vassoura e ter a audácia de falar: "Você ainda está limpando ou vai voar para algum lugar?"

COLHÕES” é chegar em casa tarde da noite após uma noitada com a galera fedendo a perfume barato, com bafo de bebida e marcas de batom na camisa, bater na bunda da sua mulher e ter os colhões de dizer: "Você é a próxima!"


Aaah, mas eu queria um carro verde limão. :(
XDDD

Anyway, esse texto foi retirado do blog Capinaremos.

Acid Black Cherry - 20+∞Century Boys (320kbs)


Como prometido anteriormente, aqui está o link para o download do novo single do Acid Black Cherry em alta qualidade. Está muito bom, baixem e conheçam. A musica deve agradar a todos. ^^

5th Single - Acid Black Cherry
01. 20+∞Century Boys
02. 愛のバカ! (Ai no BAKA!)

http://www.mediafire.com/?4wkxyg7yxyb

Agora minha avaliação do single:
O yasu já tinha tocado essa musica ao vivo em julho do ano passado. De lá pra cá a musica não mudou nada. Ao vivo ela é muito empolgante, é muito feliz como os caras se empolgam no palco. xD

Anyway, ela é muito Janne da Arc. Mas visto que o yasu é um dos compositores mais ativos do Jannu, se espera essa semelhança. Pena que ele não se esforçou em mudar um pouco mais, nem que pra dizer "ao menos tem mais trabalho". Tipo, como em "Black Cherry" que ele tem todo um aparato de metais, que faz realmente aquilo parecer "Acid Black Cherry", ou "Spell Magic" que se você olhar bem é bem diferente do que ele faz com o jannu. "Rakuen" pra mim é uma obra de arte. O yasu mostra bastante das suas influências no hard rock em seu projeto solo. Só que voltando no "Century Boys" ele meio que puxa mais pro que tocava com o Jannu. Eu sinceramente esperava que ele guardasse essa musica e só lançasse no retorno do Jannu. Extamente por tudo que já falei.

Agora fico aguardando ansioso o seu próximo lançamento. Quanto tempo ainda leva pra ele o anunciar?

Mas observando pela questão de semelhança, "tears" , do kiyo, também lembra muito Jannu. Se não é puro jannu. Acho que se eles fazem musicas tão próximas do que tocavam em conjunto, significa que eles realmente estavão plenamente satisfeitos com o que produziam na banda.

Só o ka-yu que mais se afastou do estilo da banda. Ele fez algo bem diferente, puxado pro heavy metal e pro punk rock.

O you e seus instrumentais ainda não se definem muito longe do que ele fazia antes, mas ele vai lançar um single muito em breve. Como ele está fazendo cada álbum de sua trilogia "Life" de uma forma diferente, fico ansioso por descobrir o que ele está preparando agora.

O single que virá antes do terceiro álbum de sua trilogia terá uma canção cantada. Ainda sem nome. Outro grande mistério é "quem será o vocalista convidado?". @____@

Bem, voltando ao yasu e seu projeto, ele trás outro cover como B-Side. Não sei de quem é a musica, mas ela é muito bonitinha.
Eu gostei. Segue a mesma linha das musicas que ele fez cover antes, todas pops. Pelo jeito deve ser de uma mulher. Só a Kiku vai saber responder. Até lá fico ouvindo aqui "Ai no Baka", ou "Amor Idiota". xDD

Ouvi essa em loops ontem. De começo foi difícil acostumar com algumas coisas, mas a musica é bonita. Relaxa de verdade.

Bem, é isso. Espero que gostem do single. Eu adorei, embora todas essas criticas acima. xD

Fui.

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Relações

Olá todo mundo! É, Ark aqui de novo!

Acho que repararam que o panfletozin style do novo single do ABC finalmente desceu, né? ;P

É porque hoje finalmente é dia 27! *-*
O single finalmente está oficialmente lançado e torço pelo sucesso dele para o yasu. Logo-logo trago o download do single pra vocês. Mas se você tiver ai um dinheirinho, compre sempre que puder os discos de seus artistas favoritos. ^^
É um subsídio pelo trabalho deles, conta no ego e os estimula a criar mais musica para alegrar nossas vidas. Ou não. :D (caso dos emos que ouvem musicas pra ficar mais deprimidos ainda)

Então vamos lá, hoje eu tava conversando com um colega e ele foi me falar de quando ele morava no Rio de Janeiro namorava uma psicologa. Bem, e ele disse que ela disse pra ele - UHUUU! - que às vezes os pacientes se apaixonam por seus médicos.

Hmmm...

Tá explicado. Junte o fator carência + atenção e você terá a falsa sensação de paixão. É engraçado, mas faz todo o sentido. Já dizia o senhor BlackNegro - um emo - com seu velho questionamento de nick de msn "Porque me apaixono por toda mulher que me dá um pouco de atenção?". A questão não é "paixão", mas você encontrou um porto seguro. Então acaba confundindo as coisas já que, como o amor, esse porto seguro trás uma sensação de segurança, que falta nas pessoas que buscam esse tipo de ajuda. E essa segurança causa dependência. Quase como uma droga.

É... Deve ser chato depois ter que abrir os olhos do coitado do paciente apaixonado. Afinal você não pode trata-lo mal e ainda tem que saber lidar com o que diz, por que se não você pode causar algum efeito agravante nele. De repente você se torna responsável pelo suicídio dele(a)! X_X

Muita calma nessa hora... Então não será que não seria mais adequado as pessoas se tratarem com médicos do mesmo sexo? Ih... e se o paciente for homosexual? Ai ferrou-se.

Mas como disse meu colega, o negócio é se especializar em atender apenas garotas bonitas e carentes. ;P HAuhAUHA
Nossa, que maldade no coração. :B

Esses dias fui intimado por um namorado enfurecido. Ele achava que eu estava apaixonando-me pela garota dele. Mas sabe que ele fez muito bem? Porque é um corte direto na possibilidade. Ele não me causou medo, foi meio ridícula a empreitada dele, deu aquela vontade de plantar a semente da discórdia e rir depois. Mas como eu respeito muito o amor e as relações - como gostaria de se respeitado -, senti-me culpado se de alguma forma pudesse abalar a relação deles. Ainda bem que não foi o caso e não vai ser.

Outra forma de cortar a possibilidade de ocorrer a paixão indesejável é a frieza. Sim, tratamento frio, demonstrando pouco interesse e tal. A pessoa ao se ver ignorada fica complexada, é verdade. Mas se ela tiver auto-estima o bastante vai te odiar. Se entender mais tarde, pode até vir a ser sua amiga. Mas se não tiver auto-estima, vai entrar em depressão. Por isso que o psicologo não pode apelar para esta técnica. Afinal, o trabalho dele é evitar que a pessoa tenha decaídas.

Então o que sobra? A conversa amigável? Bem, o paciente pode se sentir como alvo de pena e isso também causa danos sérios a auto-estima dele. Entramos aqui num dilema.

Talvez a melhor atitude seja parar de ter consultas com o paciente, transferi-lo para outro médico e forçar uma separação. Por isso não faça como a minha ultima psicologa, que me deu o número de celular dela. Se eu fosse um psicopata apaixonado por medicas, eu iria ligar pra ela que nem louco.

A relação paciente e doutor é estranha, por que se você é estritamente profissional pode não extrair o melhor do paciente e acaba fazendo um trabalho meia boca. Mas se você tenta se envolver mais com ele para criar uma relação de confiança, as coisas podem se confundir.

Bem, isso são coisas pra mim pensar no exercer da profissão. Espero nunca passar por esse dilema. Lembro que, quando trabalhei num colégio aqui perto de casa, uma aluna se apaixonou por mim. Bem, eu nunca a tratei mal. Conversei naturalmente com ela. Talvez conversar comigo tenha sido o bastante pra ela ver o quão chato eu sou e desistir da coisa toda. Se foi, que bom. Eu não podia corresponde-la uma vez que tinha uma outra garota na cabeça. Cuja qual descobri, mais tarde, que também não era a garota pra mim.

Relacionamentos são simples e complicados. Você não pode ser muito seletivo, porque senão viverá a vida inteira atrás da perfeição inexistente. Eu já fui muito seletivo, hoje busco outra coisa nas pessoas. Quero logo achar a companhia que preciso, mas não quero que minha carência influencie na escolha. Quero que seja a pessoa certa mesmo. E estou ciente de cada escolha que faço.

Agora, algumas pessoas confundem o que expresso. Bem, não ache que por ser sincero estou apaixonado. Eu fantasio muita coisa, sou capaz de escrever um poema de amor pra alguém por qual tenho apenas afeição fraterna -> fraternidade é um tipo de amor, anyway.
Tem gente que parece que me evita. Isso me dá muita raiva. Será que eu sou muito chato? Será que a pessoa acha que estou me apaixonando? Será que estou cobrando demais dela?

Deixa pra lá. Assuntos complexos me instigam, mas fica chato quando começo a repetir tudo que já disse.

E ei, trago logo o novo single do ABC pra você(s). Fiquem ligados e baixem. Tá fodão. ;P

Fui.

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Dreams come true, 20th Century Boys!

Desejo

Ao toque da minha mão

Que tudo se transforme

Que o sim seja não

Que o caos entre nos conformes.



Que o feio seja belo,

Que o instante seja eterno,

Que se cale uma cidade,

Que se finde a maldade,



Que surja esperança

Ao ver sorrir uma criança,

Que chova ao se olhar o céu,

Que Judas não seja mais réu.



Que se estenda a paciência,

Que se aprecie a demência,

Que amar

Não seja mais motivo para chorar



Ao toque da minha mão

Que eu transmita o que há em mim,

Que a canção

Expulse o que há de ruim.




Yuri Aníbal Bravos




Como havia dito anteriormente, trouxe um dos poemas mais recentes do Yuri. Sem permissão, aliás. ;P



Perfeito
, né?



Eu não to mais conseguindo escrever poemas positivos como esse. Talvez vá vasculhar minhas pastas antes de postar outro meu. Só pra quebrar a seqüencia de poemas "dor de cotovelo".



Anyway, a cada poema alheio que leio descubro como minha "arte" é insignificante. Mas isso não é hora pra depressão. Que o toque da minha mão expulse esse mal estar. (alguém pensou em putaria ai que eu sei... Mente suja)



Fui.

Resultado

Superei minhas espectativas! Eu tenho um leitor! xD

AHuHAuhAUHuHUAhUA

Vlw, Osíris. xD

Então, passando aqui só pra isso. Fui.

Contagem

Resolvi, por minha própria vontade, realizar uma contagem dos leitores do blog. (pra eu poder afirmar veemente, ou não, sobre a quantidade de pessoas que lêem o que escrevo)

Só que pra isso preciso contar com participações voluntárias e despretensiosas, para que a contagem seja, então, verídica. (CARAI! Despretensioso! Queria ter lembrado dessa palavra antes. :B)

Então, se você leu esse monte de asneiras, comente. Pode chingar, estou abrindo uma exceção na qual não ligo.

O QUE QUERO É QUE COMENTEM PARA EU SABER QUEM ESTÁ VISITANDO ESSA BADAROSCA.

Tá, eu se que isso é bobo. Mas colaborem.

Obrigado desde já, beijinhos para as garotas, socos nas costas para os marmanjos e fuis. :B

Prevendo um "0 comments" em breve.

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Tributo ao Lageano: Use, cheire, injete e morra!

Use até ter uma maldita overdose!!!

Hoje aconteceu um fato engraçado na merda da minha Universidade (que aliás, fica em Lages mesmo. Se chama CAV, e se um dia você vier visitar minha maravilhosa cidade, visite o local e comece um incêndio criminoso por lá). Eles fizeram a maioria dos alunos presenciar uma daquelas palestras sobre drogas. É isso mesmo: uma palestra sobre drogas!
Aquelas aonde os palestrantes falam que já foram viciados e todos caem na gargalhada! Aquelas aonde eles fazem uma analogia tosca comparando os viciados com personagens de histórias infantis! E o mais "supimpa" de tudo: eles falam que os drogados podem se recuperar! Eles que vão pra puta que pariu!!! Por que eu deveria me importar? Eles que morram em um acidente de carro, de cancêr no pulmão ou assassinados por dever pro "neguinho do morro"!
Sinceramente, quem se preocupa com drogados? Eles estão mais abaixo na cadeia alimentar do que advogados e evangélicos. Porra, sem falar que eles só ficam gastando o dinheiro da família (quando não roubam...) com tratamentos e clínicas de desintoxicação. Pra mim, um belo tiro na cara resolvia tudo.
É claro que aqueles palestrantes imbecis deram o motivo para os viciados começarem a usar drogas. 1º - Para se sentirem bem (ou seja, a maioria dos drogados são tímidos ou deprimidos patéticos). 2º - Para se sentirem incluídos em um grupo (resumindo, eles são babacas que até dão a bunda para terem "amiguinhos"). 3º - Por curiosidade (a curiosidade matou a porra do gato!) Então, se esses malditos maconheiros, cheiradores e idiotas variados são todos representantes decadentes da espécie humana, por que se preocupar?
Se você pensar bem, as drogas fazem uma bela duma limpeza. Pois só os mais fracos e incapazes conseguem morrer cheirando cocaína ou fumando um caximbo de crack. Faz parte da seleção natural. O mais forte sobrevive, o mais fraco morre. O absurdo é que como a maioria das drogas tem origem vegetal, os drogados são mortos por plantas! E eu tenho que supostamente ajudar "isso"?
Uma das melhores coisas pra se fazer, quando se está entediado é sacanear esses idiotas. Vá na rua e encontre um deles, é mais fácil do que parece. Você pode vender farinha dizendo que é cocaína, e eles vão comprar! Você pode comer vadias do crack, que realizam qualquer de seus desejos seus por um pouco da "pedra mágica", e no final é só mandar elas à merda! E os maconheiros? Bem, eles fumam até merda de cavalo se você disser que é maconha.
Agora vá se divertir com esses animais subdeselvolvidos que são os "dependentes químicos". Pois eu já me diverti bastante com os palestrantes de hoje.

Fodaman, O Lageano Grosso. (28/08/2006) - Arquivo do Google





Isso ae, vai tudo pra puta que pariu!
Fazes falta, ó sábio Lageano. :B

Outro post na sequencia, quebrando recordes.

Quero que o mês acabe logo.

Queria poder recomeçar do zero e esquecer de tudo de desagradável que me perseguiu neste mês.

Quero... tanta coisa.

PS.: Ultrapassei o numero de posts do Mês passado, já.

Lógica-da-mente

Adicionando ao post passado: As pessoas esquecem que temos um governo e que este governo deve trabalhar para nós. E não o contrário.

Anyway, o que tenho a dizer agora? Sei lá, falar de politica é complexo demais. Minhas visões normalmente se chocão ferozmente com a das pessoas a minha volta por serem agressivas e diretas. Faz-me questionar se eu sou um alien, pois vivo outro mundo. Bem, se eu postasse em um lugar mais movimentado, estaria esperando por criticas e chingamentos. Porque é o que normalmente fazem quando eu faço textos assim. E nem são tão divergentes de textos de grandes formadores de opinião.

Será o meu carísma que é um lixo?

Bom, concluí mais um dia de trabalho. Estou quase saindo pra ir pra facul e algo ainda me perturba. É engraçado, porque eu fiquei pensando nisso por muito tempo e isso me rendeu vários poemas. Alguns que não publiquei, me questionando o porque das coisas serem assim. Por causa de uma só pessoa e por causa de todas as pessoas.

Por mais que eu pense, me confunde a mente humana. E ultimamente tenho achado que não nasci pra ser psicologo. Talvez sociologo, pois fico muito mais compenetrado nisso que nos livros de psicologia. Mas seria um péssimo sociologo. Pois os bons de verdade não discutem, como eu. Eu conheço um cara que sabe horrores e poderia dizer palavras sabias aqui. Mas como disse, os sabios se contém. Né, Okita?

Bem, me fui.

Como mudar um país?

Estou inspirado por um certo post em um outro blog. O que vim fazer aqui não é dar sugestões positivistas de como o Brasil pode melhorar.

Eu já cheguei a pensar que a melhor solução para o mundo era o fim da raça humana. Mas tem tantos países que dão certo por ai, mesmo com o pleno exercício do egoísmo humano. Então não acho que o problema esteja apenas no homem, mas no conjunto social inteiro em si, em como ele coopera consigo.

"Ahn, que conclusão inteligente, Sr. Leonardo!"
Né? Acho que falei obviedades aqui. Mas tudo bem, prossigamos com o raciocínio.

Isso me lembra o falecido blog do Fodaman, "O Lageano Grosso", que com todo seu mal humor e acides, alegrava meus dias com protestos dignos de um "esquerdista anti-esquerda, anti-direita e nada centrista". Muito estranho, mas ok.

Ele era como eu, mais um inútil que não levanta a bunda da cadeira pra mudar o mundo, mas sabe ficar reclamando do mesmo. E ele admitia isso. Saudades daquele blog. Fico me perguntando os motivos pra ele ter o deletado. Embora ele estivesse mudando um pouco a forma de visão de seus posts. Talvez estivesse amadurecendo? Ou apaixonado?
É, porque ele esteva mais deprimido e "pseudo-otimista". O primeiro sinal de que ia parar foi quando ele retirou a possibilidade de comentar. Era tão foda as briguinhas nos comentários. *-*

O T-rex, o guaxinim irlandês, o Urso, o Budah, etc. Era muito engraçado. xD

Bem, mas se foi. Se foi o colunista representante das massas insatisfeitas e coçadoras de saco do nosso país. Seu blog nunca chegou a despontar entre os principais da Blogosfera, mas na minha opinião sempre teve o nível para tal. Embora no começo eu tenha ficado chateado - como bom otaku que eu era na época - foi ilária a série de 3 posts sobre o Japão e suas bizarrices. Eu simplesmente me cagaria de rir se lesse hoje.

Mas voltando ao nosso país: Há solução?

Eu ouço todos os dias as pessoas reclamarem, as pessoas dizerem que não dá mais pra ficar desse jeito, que o Brasil precisa mudar. Só que no caso, elas fazem isso de maneira egoísta, como se só sua classe sofresse ou merecesse atenção. Mas ok. Agora, se você fala de tomar uma atitude, todas dão pra trás. Tenho um colega de serviço que vive falando que vai montar um grupo revolucionários, com treinamento de guerrilha nas FARQS, e coisa e tal. mas tudo em tom de deboche, da boca pra fora. Outro que só fala, nem sonha em agir.

Fico pensando se isso não é uma forma dessas pessoas instigarem alguém que tenha mais coragem que elas a tomar alguma atitude, ou se é falta do que fazer. Talvez seja o grito do povo por;

- "Você, que eu não conheço, mas se esconde em algum lugar! Oh, grande revolucionário dos altiplanos nacionais! Por favor, apareça e me dê uma luz para que eu possa sonhar que este país tem algum futuro!"

Pra piorar a situação, a gente acaba perdendo o animo de se rebelar quando vê pequenos grupos sendo esmagados pela mídia e pelo governo, sem se quer conseguirem resultados pelo que pedem. E esses mesmos são ridicularizados pelo povo, que devia lutar ao lado deles.

Mas ai eu venho a me defender de minhas próprias palavras!

E claro que é impossível se admirar gente que pensa que revolucionário é sinônimo de vândalo e acha que está abafando destruindo e desorganizando tudo que vê pela frente. Eu acho que a forma como a revolução tem sido encarada que está errada. Mas quando não há um conformismo, há um desejo de anarquista muito maior que o de ordem.

"Ordem e Progresso"

Ordem trás progresso! E o que falta hoje é exatamente ordem.

Isso é um pensamento do "movimento positivista" de August Comte - um dos mais importantes sociólogos da história da humanidade -, que prega que na ausência de "Ordem", não há "Progresso".

O que quero dizer é que uma revolução, no ponto de vista Positivista, deve ser organizada e não violenta, para que não abale a ordem social, mas que seja forte o bastante para que expresse o descontento do grupo social que deseja alguma mudança. Prega ainda que se não fosse possível através dessa atitude partiria-se, agora sim, para a revolução prática, aquela em que o povo se une e depõe seus algozes. Mas ai que está, as pessoas esquecem do fator ORDEM. Destroem tudo e acham que é bonito;

- "AH! É minha raiva! Tenho que expressa-la!". Sinceramente, isso é irracionalidade.

Como aqueles estudantes que invadiram Campus, e roubaram, depredaram e desorganizaram tudo e depois sairam com o rabo balançando.

O que mais dói nisso tudo é ver o descaso, o pleno gosto pela balbúrida dos falsos revolucionários, porque inclusive pesquisas cientificas - que levaram anos de estudo e milhões em investimento - foram simplesmente destruídas sem remorso e levadas ao esquecimento ou o ponto zero, novamente, por gente descabeçada que acha que revolucionar é dar dez tiros no próprio nariz, dez passos pra trás na cadeia evolutiva, comer dez pratos de merda e sorrir depois.

Você, que nunca soube o que significa os escritos em nossa bandeira. Que sempre achou que aquilo era enfeite porque alguém pensou que a bandeira estava muito vazia, leia isso:

Nós carregamos o bordão do Positivismo em nossa bandeira! Não é por qualquer merda que ele está ali, está para demonstrar que o Brasil almeja ser um país pacífico e que luta pelos seus direitos de forma inteligente.

O que vemos?

Gente "burra", falando merda, com rabos sentados sem atitude, reclamando sem tomar atitudes.
Vemos brutamontes, pseudo-revolucionários, que só pensam na baderna, fazendo revoluções sem sentido e destruindo todo o patrimônio histórico por quais os de bem de nosso país soaram tanto para construir.

Frise essa ultima frase que eu disse: QUE CULPA TEM OS ARTISTAS, OS CIENTISTAS E O PATRIMÔNIO, pelo que é nosso país?

Será que ninguém entende que estamos atrás das pessoas; Queremos derrubar as pessoas; Aquelas pessoas que estão acabando com nosso orgulho de ser brasileiros?

Aliás, só os ignorantes , hoje, podem dizer de peito cheio "Tenho orgulho de ser Brasileiro". Porque esses não consideram vários fatores importantes de nossa sociedade, e acham que ser campeão do mundo no futebol, mulher bonita e paz-aparente é todo o paraíso. Aliás, nem "paz aparente" vivemos. Vivemos "paz hipocrita", já que só vivemos num país pacifico em nossas cabeças. Na verdade estamos em guerra civíl e ninguém enxerga.

Eu tenho muito mais a dizer, mas vou encerrar por aqui. Se algum dia voltar a tocar no assunto, criticarei o povo das favelas, os traficantes, estes que podiam fazer muito por si e seu país, mas preferem - também - se acomodar na vala fedida e por a culpa de suas desavenças na sociedade da qual eles também fazem parte. Que se negam a enxergar sua própria irresponsabilidade por não lutar pelos seus direitos.

Fui.

domingo, 24 de agosto de 2008

Só pra não dizer que não falei das medalhas...

"Olimpíadas de cu é rola."
E tenho dito. :P

*salva de palmas*

Piada saturada do momento: "O Brasil foi pra Pequim pegar um Bronze."

*risadas de estúdio*

Sacou? Não? Tudo bem, a galera do vôlei masculino e de praia também não.

*Tuntz taz!*

Tá, parei. O que importa é que as olimpíadas acabaram e eu nem as assisti. Agora só daqui mais quatro anos pra não ver as de Londres. ;P

Voltemos agora com a programação normal deste blog insosso, que eu ganho mais.

PS.: Espirito Olímpico é uma ova.

Fenômeno Fantástico!

UAU!

Belíssimo! Isso que é um paradoxo. Ainda que sem querer.
Tolices...

JealKB em performance

Fuçando o youtube em busca de vídeos do Jealkb, achei um bem engraçado. Eu não sou de ver muitos lives, só vi um deles - aliás, desesperador -, mas esse deles, pelo menos essa musica, ficou muito legal.

Uma pena que o Chaos não se esforça pra cantar nos shows como ele canta gravando. ¬¬
A voz dele é linda, ele devia dar mais valor a isso e tentar demonstrar como tem "o poder". O alcance vocal dele pode ser baixo, mas isso não o impede de treinar e fazer bonito no palco.

Agora observe o vídeo e veja as dancinhas. >XD



Deplorável! O Hideki não tem função na banda e fica inventando dancinhas bizarras, velho! HAuAHuHAUHA!! Muito gay, mas eles podem. xD


(Não entendi nada, mas ri mesmo assim. eles são retardados. XD)

O Elza e o Hideru compõe musicas maravilhosas, são talentos inegáveis. Bem, pra quem não conhece a banda, eu recomendo dar uma fuçada no youtube.

Além das baladinhas, eles também tem musicas mais presenciais, como "Bousou Amelie" e "Shell". Os dois últimos singles deles são perfeitos. -> Fly e Hana



Aliás, a banda em si é uma coisa extremamente exótica. São 7 membros oficiais, mais 4 suportes. XD
Foda~

Realmente indicados, procurem ouvir as musicas deles.

Fui.

Razão e Ilusão

Como entender o que fazer
quando você não diz?
Por que então, nossa razão,
vai se perder outra vez em vão?

Uma outra vez, um outro acontecimento
sem sentido em nossas vidas

Por que então se acabou
O que antes era mera ilusão?
E mesmo assim meu coração
achou que era verdade e quis chorar

Tantas vezes pra esquecer
E tantas vezes pra lembrar
A gente nunca sabe quando vai se encontrar
Então, pra que criar regras e momentos
se elas já nem existem mais?

Você quis me dizer mais uma vez
o que já não queria mais escutar
E o que você falar
eu vou ignorar,

Por que, então, nossa razão
de viver se dissipou
e minha hora acabou
Então, você... você gritou
Em minhas mãos já não havia mais razão

Já não havia mais razão para explicar.
Queria te abraçar.
Leonardo Misseno Justino



Foi escrito hoje de manhã. Originalmente uma musica, mas como as outras ficará num arquivo até o dia que o mundo estiver preparado para ouvi-la. :P~

Dificilmente alguém vai entender o real significado disso. Mas cabe ao leitor criar as relações de cada estrofe com sua vida, e assim tirar sua própria interpretação da obra. Então nem ligo.

Indico que ouçam "Hana" do JealKB. A musica é linda e também me deu outra visão sobre o poema. Isso é muito interessante uma vez que eu sou o criador dele.



Fui.

PS.: Preciso melhorar na concepção de títulos. :P
PPS.: Andei corrigindo uns erros. Eu cometo muitos, é incrível.
PPPS (rumo ao tetra!): Dei uma incrementada no poema. Muda um pouco o sentido, mas achei que ficou melhor. Sim eu quero um abraço. i.i

Abri os Olhos

Sei, mais do que eu quis,
Mais do que sou, e sei do que sei
Só não sei viver, sem querer ser
Mais do que sou
E o fato é o ato da procura
E a cura não existe só
E o que era certo eu descobri
Nem sempre era o melhor
Abri os olhos, não consigo mais fechar
Assisto em silêncio,
Até o que eu não quero enxergar
Não sei afastar
A dor de saber que o saber não há
Só não sei dizer
Se esse meu ver se pode explicar
Enquanto eu penso tanto
entendo que é mais fácil não pensar
E o que era certo
eu aprendi a sempre questionar
Abri os olhos, não consigo mais fechar
Assisto em silêncio,
Até o que eu não quero enxergar
Sei, mais do que eu quis,
Mais do que sou, e sei do que sei

Sandy Leah


Eu achei este lindo, perfeito...
E editei este post. Descobri do que se trata. É letra de uma musica de Sandy & Junior. ^^

Breve trago poemas do yuri/slave aqui. Ele fez uns muito fodas esses dias. xD

Perdão pelos posts anteriores, às vezes eu entro em momentos depressivos. Eu sei que não devia, mas a gente nem sempre controla o que sente. :P

PS.: Daqui a pouco eu vou ser processado por ficar pegando coisa dos outros sem permissão. :P

sábado, 23 de agosto de 2008

Boneca de Porcelana

Carne e osso e palpável
Inacreditável
Difícil dizer
o que eu sinto por você

Talvez não sinta nada
Seja só engano, ou invenção
Ninguém sabe explicar
como funciona o coração

Estes teus olhos
tão pequenos,
tão únicos,
tão próprios

E a sua boca
tão adorável
e tão bonita
tão delicada

E esses cabelos
Cumpridos, brilhantes
Não sei...
Por que fico a pensar nisso?

Você não deve nem saber
E talvez não saberá
Se um dia chegar a saber
O que vai pensar?

Você...
Não sei...
Se gosto de você...
Leonardo Misseno Justino

E me sinto um lixo mais uma vez. Tudo bem, não se preocupem. Ignorem.
Nem preciso dizer mais nada.

Interpretação

Quando as pessoas devem entender, é que parece que elas não entendem. Ou entendem e se fingem de tontas. Ou entendem e tomam uma atitude.

Só que quando queremos que elas não tomem uma atitude, é que elas tomam. Seria melhor se fingissem de tontas, nessas horas. Mais engraçado é que quando queremos que elas tomem atitude, elas parecem divagar no nada.

Interação é coisa tão complicada. Porque tudo depende da interpretação do próximo. E nunca sabemos como a mente da outra pessoa está tendenciosa a nos interpretar. E se ela vai nos contar e permitir consertar ou aceitar. Possível que não, por medo da nossa reação, de terem realmente se enganado.

Interpretamos as coisas de formas confusas tantas vezes...
Sei lá.

Gênio da Lampada

"Sorte de hoje: Se seus desejos não forem extravagantes, eles serão realizados"

O que ele define como extravagante? Pra mim há tantos desejos extravagantes. É engraçado isso, acho que todos os meus são. Por esse motivo, devia eu encarar isso como um "nunca terás um desejo realizado"?

Bem, espero que a definição de extravagante dele se limite a ganhar na megasena. ;P

Porque eu nem jogo. O que não significa que ser rico não ia ser da hora. Ia ser muito foda. Mesmo assim, meus desejos parecem ao mesmo tempo que simplórios, complexos. Devia testar hoje as possibilidades de tornar alguns desses desejos verdade.

Tá, eu sei que sorte de orkut não é usável. Nenhum tipo de previsão astrológica, numerológica, enfim, baseada em qualquer superstição, é. Mas nada me impede de usar essas pequenas frases como "missões do dia".

Bora lá.

Sonhos estranhos

Eu vivo preocupado ou apressado por algum motivo. Eu sempre invento algo pra minha cabeça. Pensar em algo é questão de sanidade, mas eu adoraria não pensar em nada nem que fosse por alguns segundos. Deve ser uma sensação maravilhosa. Mas como isso nunca acontece, estou sempre concentrado fora do mundo real, em devaneio, e correndo, e julgando, etc.

Essa noite eu sonhei. Faz tempo que eu não sonhava. Eu estava na faculdade - não na minha, uma na minha cabeça - e estava descendo a escadaria para ir embora. Ou não, não lembro direito. Pra ser exato, tudo que estiver falando a partir daqui são definições inexatas do que minha memória conseguiu capturar.

Bem, havia uma garota e ela parecia preocupada e apressada também, mas eu estava igualmente apressado, então nem dei atenção. Ou talvez apenas não sentisse que faria alguma diferença essa minha preocupação. Tinha muita gente a frente, sabe aquele rio de pessoas que atrapalham a passagem? Uns que vão calmamente conversando, outros despreocupados. Essa escadaria era engraçada, pois era em espiral - mas quadrada - e no meio havia um vão, e dava pra ver a continuação de escadaria nele. A garota debruçou-se sobre esse vão, olhou, e - como eu - concluiu que dava pra cortar caminho por ali. Ela tentou, mas falhou. Estávamos a muitos andares de altura. A ultima coisa do sonho que me lembro foi de vê-la caindo, não quis a ver se espatifar no chão. Acordei.

Neste momento eu posso tirar várias conclusões e morais deste sonho. Eu posso analisa-lo e criar respostas. Mas eu não as quero. Eu não quero achar respostas. Foi um sonho. Algum dia, se eu estiver melhor, talvez os analise e ria dos meus problemas. Mas eu sei que senti culpa, queria tê-la ajudado.

Essas coisas... Mas e vocês? Sonharam com o que hoje?

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Pensar faz mal

Mas vamos lá...

Momentos pra escrever/esquecer

Momentos assim são legais pra escrever. Tipo quando você está com os sentimentos a flor da pele e ambas suas orelhas ardem como o inferno. É interessante.

Mas sabe que eu não sei sobre o que escrever? Não quero abrir demais meu coração, seria deixa-lo por demais vulnerável. Eu não aprendi muita coisa com a vida. Só a ser bobo. Eu sou tão bobo, que quando faço algo perverso e egoísta, morro de culpa. E fico pensando em como vou consertar. Eu me importo demais com as pessoas. Eu devia parar com isso. Ser mal. Nojento. Tudo aquilo que aparento ser. Devia agir conforme meu caráter. Porque eu ainda tento ser legal?

Bem, eu queria dizer um grande "foda-se mundo", mas seria ridículo. Então, por este motivo, também não vou me prolongar.

Abraço a todos e bons sonhos, também vou dormir o meu. Estou precisando.
Me machuca muito quando as pessoas não dizem o que há de errado .Principalmente vindo de pessoas que eu acabo considerando demais. Talvez porque eu queira a perfeição. Já que eu não sei nem se o que faço é certo, não tenho experiência. Alguns anos me isolando resultaram nessa coisa. Esse egoismo maldito.
Se eu conseguir.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Recomendação

"Sorte de hoje: Seu grande sonho é constituir família"

Na verdade só a esposa já tá bom. Quem sabe depois eu não queira crianças também? Mas coitados, o que eu iria os ensinar? Que tipo de pai ia ser?

Anyway, fuçando paginas orkuticas, cheguei no perfil de uma garota que tem um blog, e também escreve poemas, e também é de São Vicente. :D (ou parece ser~)

Bem, eu gostei do blog dela, até favoritei. Gostei dos poemas, são outra visão de mundo. Os meus vocês já viram como são; delírios, bobeiras e tal. Chegam a tentar ser complexos, como se fossem tentativas de parecer intelectual. =_=~
É praticamente uma personificação minha. Nesse aspecto de personificação, fico impressionado com a pessoa dona desse blog. E ela tem um post que relata o primeiro capitulo de uma especie de conto que ela começou a escrever que, embora me pareça outra versão de "Alice no País das Maravilhas", foi muito bem escrito e, tipo, eu não escrevo em tão alto nível. Então me serviu como aprendizado e eu recomendo. xDDD

Quem quiser conhecer, clique. ;P

Ela só não aceita comentários. Uma pena, ia adorar comentar no blog dela. (e não tenho jeito pra comentar no orkut i.i)

Ela nem sabe da minha existência. Mas é isso, uma recomendação independente de qualquer ligação afetiva, vê como é pura e sincera? Sem esperar por recompensas nem nada. Despretensiosa.

Pois é! Olha, ela não sabe, mas não contem também que vou por um poema dela aqui! ;P
Ahn, é muito inteligente e me fez pensar bastante. Ela tá certa, é uma reflexão sincera e realista. É sobre o amor. Uma visão que eu não dou, com todo meu dramalhão costumeiro. Bem, leiam e apreciem palavras sabias.

Pronto. Fui.


ai (Amor)

O que seria o amor?
Seria sofrer por alguém?
Seria chorar por alguém?
Ou seria sofrer e chorar por um momento de alegria?

Em meio uma onda e outra,
Eu refleti.
Não.
Amar não faz sofrer,
Amar não faz chorar.
Nem por um momento,
Nem por um instante.

‘Amai ao próximo como a ti mesmo’,
Alguém já chorou por se amar demais?

Foi numa noite qualquer,
Que me peguei pensando em você.
Nossa que alegria!
Um sorriso tão quente!
Um sentimento tão contente!
Isso é amar.
Só de lembrar é sublime.

Uma vez eu chorei e muito.
Disseram que ‘todos sofrem de amor’.
Eu vos digo, porém:
Quem sofreu, nunca amou.

Eu sofri.
Hoje eu sei
Que nunca amei ninguém.

Tatiany Murayama

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Phelps Ameaçado


Kibado daqui: http://meloruga.blogspot.com/

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Humor Negro

Um pouco de humor negro pra descontrair.

Eu costumo não achar graça nesse tipo de piada, mas essa tirinha é impagável. xD

Veja mais aqui.

Tokusatsu Nacional

Olha... quero dizer... cara... não dá pra explicar isso, meu. Tirem suas próprias conclusões:



Daqui.
Picaretagem nacional. OMFG~

Às vezes palavras

As coisas parecem complexas demais
às vezes
As coisas parecem fáceis demais
às vezes

Outro dia eu parei um pouco pra pensar
E quando eu fiz isso, sei lá
Comecei a soluçar
Por dentro, sem resposta

Quer saber, tanto faz
Tanto fez, também
O que eu queria dizer eu já nem sei

As palavras que sentimos
às vezes se confundem em nossos espíritos
As palavras que sentimos
às vezes não saem como queríamos

Eu me sinto vazio
às vezes
Eu me sinto sozinho
às vezes

Você não quer vir me fazer companhia?
Ia ser legal e eu ia te contar
Aquelas coisas lá do fundo, atrás dos muros
Que ninguém quer escutar

Você quer escutar o que eu tenho pra dizer?
Seria legal se eu pudesse contar o que sinto pra você

As palavras que sentimos
às vezes não saem como queríamos
Mas tudo bem, mesmo assim
Se você estiver aqui pra entender a mim
Leonardo Misseno Justino

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

O primeiro show?

(Eu sou o tosco de cinza. Os outros são respectivamente Raphael, Daniel e Diego)

Bem, esse sábado e domingo foram corridos. Na verdade grandes desafios, por que tudo conspirava para que as coisas dessem errado. Faltava dinheiro, horário pra marcar ensaio, tempo sobrando na agenda dos membros da banda... Fatores mil, sacrifícios e esforços, teste de força de vontade mesmo. Eu quase desisti, mas eu não ia fazer isso. Eu não podia e não queria.

Bem, o sábado era pra ter ensaio marcado desde o começo da semana passada, mas foi-se empurrando com a barriga e acabou que ficamos sem horários cabíveis disponíveis. Dae foi um desespero pra encontrar um estúdio com o horário que precisávamos vago. Pensamos até em ensaiar só no domingo de manhã, mas tinha muita musica pra ser acertada, um ensaio só não ia cobrir. Então como o Ark é o "idiota" da banda (brigado pelo elogio, Raphael :P) ele correu que nem louco pra conseguir negociar um encaixe entre os horários das bandas que marcaram ensaio exatamente no estúdio e hora que precisávamos. Usando de perspicácia e lábia, esse que vos fala conseguiu! Sim, EU MARQUEI A PORRA DO ENSAIO DE SÁBADO!
Exatamente aquele que já estava desacreditado. Nossa vocalista, Sophia, então desceu urgentemente de Santos e veio pra São Visselva participar do ensaio gastando uma fortuna de condução. Isso sem falar que o batera e o baixista não curtem pagar ensaio, ae sobra mó grana pra eu e os guitarristas reporem. Um saco. Mas tudo ok, sobrevivendo essa parte, nos reunimos após o ensaio e decidimos como seria o show do dia seguinte e que haveria um ensaio domingo de manhã. Foi bom isso tudo ter acontecido para reforçar os laços.

Agora imagine um monte de vagal que não tem costume de acordar cedo, levantando 9 horas pra se arrumar e preparar para um ensaio às 11hrs da manhã? Pois é. O baterista, como sempre, resolveu cometer mais um dia de vacilão. Quando quase todo mundo já tava lá no estúdio (aliás, ôh estúdio ruuuuuuuuuuuim), faltava o baterista. O maldito tava dormindo. SIM! Eu liguei na casa do puto e ele atendeu com a maior voz de sono. Cuzão do caralho. Ok, ele foi. Era finalzinho do horário já, mas foi. E conseguimos convencer o tio lá a dar desconto na hora e deixar a gente por mais 30 minutos só pra tirar duas musicas que apenas ele não tinha tirado. Ficaram ótimas, anyway. Engraçado que pessoalmente ele não era tão idiota. Não sei o que dá nele. :P

Saindo de lá, fomos cada um para nossa direção, nos preparar para o que nos aguardava no fim do dia. Eu fui pra casa, tomei um banho, me arrumei e sai. Não vou nem comentar que a porra do ônibus levou duas horas pra passar. Mas levou. Ao menos passou. O pior é que eu tinha que ir pra "Rua Carvalho de Mendonça, nº 80", mas o ônibus só deixava na altura do número 650, então lá vou eu dar uma caminhada do caramba pra chegar no local. Mas tudo bem, nada melhor que uma caminhada pra espairecer.

Chegando lá, Mendigo (o mascote) e Raphael haviam acabado de chegar. Sophia e Maru (namorado dela) já estavam lá em cima assistindo ao show da Gattai. Depois deles veio o Daniel e sua namorada - Monika - e encerrou-se com a chegada do Diego. Bem, eu dei uma subida pra ver o show das outras bandas. Não íamos fazer feio, posso deixar isso claro. Os caras eram bons? Sim, mas nós estávamos no nível. Eu me garantia. Porém como deu pra perceber, alguém não tinha chegado; o baterista, Pimpa. Não vou dizer que já não esperava por isso. O pior não foi nem isso, mas foi a cara de pau dele ao ligarmos pra ele. Indescritível a sensação de desgosto, a raiva que senti. Mas então fui curtir o show das outras bandas, era o melhor que eu fazia. Minha cabeça tava cheia. Ah, eu vi a Annelise pessoalmente. Muito mais linda que nas fotos. Só não sei simpática, eu sou autista e não conversei com ela. :P

Bem, chateou muito não ter podido fazer o show. Cara, A J no Kami tocou X, mas o nosso X estava mil vezes melhor. Sério, por que cargas d'água tínhamos que não tocar? Ai que está a conclusão da história.

Não sei se perceberam, mas eu procuro no fim de cada parágrafo dizer como ainda houve algo de bom retirado das dificuldades. Sábado, pra conseguir o horário, nos reunimos e conversamos muito, eu me esforcei pra caramba pra conseguir o horário, e me superei numa das minhas maiores fraquezas. No domingo, todos provaram como estavam realmente ligados com a banda nas conversas e por ter feito o sacrifício de acordar cedo pra ir ao ensaio. Principalmente a Sophia, essa menina é de ouro e tem uma voz linda. Ainda depois de tudo isso, nós vamos continuar a banda! Não acabou, não por causa de um baterista sem compromisso, acharemos a peça que falta pra fechar esse grupo. Pessoas que de alguma forma se dedicam ao negocio, levam a sério.

O verdadeiro sábio, mesmo nas situações mais difíceis, não vai ficar se lamentando. O verdadeiro sábio vai procurar saber onde errou, para poder moldar seus novos passos por um caminho mais seguro. Eu não vou ficar me lamentando. Não sou um sábio, mas tenho fé de que tudo vai dar certo. Depois desse fim de semana, eu acho que minha fé ficou um pouco mais forte. Existe gente de bem e eu sei que há gente em que posso confiar. Gostaria que isso durasse muito, a sensação de ter com quem contar. E a Animonsters não vai acabar. Foi apenas um episódio, necessário para o amadurecimento do grupo, mas o próximo virá narrar a vitória. E digo mais. Pode parecer exagero ou emisse, mas sinto que não tenho apenas uma banda, mas amigos. Entende a diferença?

Dificuldades sempre haverão. O que importa é a maneira com que lidamos com elas. Posso dizer que tenho amigos por perto. Isso é bom pra mim. Ainda mais pra quem já teve momentos na vida em que não tinha nenhum.

É isso. Fui.

sábado, 16 de agosto de 2008

Como ser um Viking

1. Você é, era e sempre será pagão.

2. Odin é tudo!

3. Tenha cabelo comprido.

4. Tenha uma barba maior do que o teu cabelo, mas lembre-se da regra #3.

5. Faça chapinha, os vikings não tinham isto, mas estamos no séc. XXI.

6. Não fale que você fez chapinha, para os outros é tudo natural.

7. Você só tem um propósito, ir para Valhalla, o resto é nada.

8. Seja fiel a Odin.

9. Odin não usa camisas, então você também não deve.

10. Odin não é gay.

11. Use calças apertadas, mas não tão apertada, lembre-se da regra #10.

12. Adote símbolos pagãos ou nomes pagãos, qualquer coisa, mas por favor lembre-se da regra #1.

13. Você é épico, mas não é power metal (regra #10).

14. Tua barba é teu símbolo de masculinidade.

15. Se você não possui uma barba comprida, não tem cabelo comprido e mesmo assim você toca numa banda de viking metal, você é do Enslaved.

16. Escute Enslaved, mas não admita que a sua inspiração vem deles. Lembre-se, Odin te inspirou. (regra #8).

17. Não seja como o Enslaved.

18. Se você não pode obedecer a regra #4, não se desespere, cubra a cara com o teu cabelo nos shows.

19. Não use roupas gays, lembre-se das regras #17 e #10.

20. Tenha machados e espadas vikings, tire fotos com elas ou até leve-as para o palco, mas não mate ninguém.

21. Matar é crime, e dá cadeia.

22. Se você vir o Dani Filth as regras #20 e #21, não são mais aplicadas a você.

23. Você tem um tema a seguir em todas as tuas músicas: Vikings. Se ficar repetitivo, não se preocupe ninguém entende o que você canta.

24. Ninguém deve entender o que você canta.

25. Se entenderem cante em uma língua que poucos conheçam. Tente Esperanto.

26. Sacrifique um cordeiro em homenagem a Odin, mas não deixe os teus vizinhos ficarem sabendo.

27. Não faça isto dentro de casa, sangue espirra.

28. O baixista também é um escolhido de Odin, não o maltrate.

29. Não siga a regra #28.

30. Não cobiçarás a valquíria do próximo, ainda mais se ele é um semideus.

31. Todos os seus clipes serão em cenários nórdicos.

32. Urre, berre, grite, mas não cante.

33. Odin criou os mamilos, não tenha medo de mostrá-los.

34. Depile bem seu peito nórdico para que seus mamilos fiquem à mostra (lembrem-se da regra #33).

35. Se doer demais, lembre-se, Odin também criou a depilação a laser.

36. Beba adoidado, fique bêbado, caia no chão, quebre o bar, mas só depois de ser famoso.

37. Sim, Jesus curtia Viking Metal. Veja regras #3, #4, #5, #6, #10, #14, #17, #24, #33.

38. Mulheres vikings não têm barba.

39. Mulheres vikings também não podem esquecer de se depilar.

40. Com um bom treinamento, elas podem ser domesticadas.

41. Você é viking e não black metal, então pode se utilizar das mulheres fora dos clipes.

42. Ahh, você poderá comer o cordeiro depois de sacrificá-lo.

43. Lembre-se, todo banging deve ser sincronizado, assim como o Amon Amarth.

44. Seja como o Amon Amarth.

45. Não, Amon Amarth não usa peruca, os cabelos deles são naturais, ver regra #6.

46. O baterista deve aparecer em apenas 6 por cento do clipe.

47. O baterista não é um animal de estimação, mas não o deixe solto, senão ele foge.

48. O baterista deve ser alimentado 3 vezes ao dia.

49. Tenha bases soladas e solos bases.

50. Não mate nenhum black metal, por mais que ele mereça. Não é culpa deles se eles foram molestados quando crianças (o caso da regra #22 é protegido contra esta lei, mas lembre-se da regra #20 e #21).

51. Todo Viking Metal gosta de aumentar as coisas, inclusive os mamilos e as regras.

52. Nunca faça comparações entre o mundo nórdico e a vida real, por exemplo "Querida, você é tão bela quanto o destroçar de 1000 corpos em brasa sendo atravessados por lindas flechas em meio a gritos de dor". Por mais que isto seja lindo, ela nunca vai entender.

53. Um verdadeiro guerreiro não precisa de camisinha, use o escudo.

54. Lembre-se, de costa você deve parecer uma moça, de frente um anão.

55. Não pareça com power metal nem com black metal. Lembrar-se das regras #17 e #10.

56. Não há lugar como o Valhalla, então não fique tentando encontrar o lugar perfeito.

57. Bases pesadas, bateria pesada, solo pesado, vocal pesado, baixista gay.

58. Guitarristas: criem um riff, repitam um riff, gravem um riff. Voalá, você tem uma música.

59. Guitarristas: criem uma música, repitam a música, gravem a música. Voalá, você tem um álbum.

60. Vocalistas: GDGGMHHFGDDDGHFTRTDFFG ODIN!!!!!

61. Não bote o dedo em tudo o que você ver, principalmente na boca do baterista.

62. Sua barba pode reter: fungos, bactérias, algas, líquens e alguns pequenos mamíferos, ou seja comida.

63. Lembrem-se, vocês são uma grande família, então todas as bandas devem soar iguais.

64. Não fale família, fale Clã.

65. Quando te perguntarem qual é o seu Deus, cite todos os deuses da mitologia nórdica, e explique toda a história, mas não cite nome algum, afinal você é o escolhido de Odin e não eles.

66. Não fale mitologia nórdica, fale religião nórdica.

67. Compre um chapéu viking bem estranho. Lembre-se: mais estranho, mais viking.

68. Quando for em um parque de diversões não saia do barco viking, afinal tem viking no nome, e na hora de ir embora reclame pois não era de verdade.

69. Cuide bem dos pequenos animaizinhos que vivem em sua barba, afinal eles são filhos de Odin, também.

70. Se alguém lhe perguntar o que você quer de natal, diga “O martelo de Thor!!!”.

71. Lembre-se, bote bastante ênfase no nome de “THOR!!!!”.

72. Beba, beba, beba, beba. Você não é um viking completo se não ficar bêbado pelo menos toda quarta-feira.

73. Vikings não trabalham, eles vão à guerra.

74. Se você alguma vez vir um power metal matando um black metal que estava fingindo ser um troll, pegue seu machado e mate os dois, o mundo não sentirá falta (esqueça das regras #20 e #21).

75. Vikings também tinham pança de cerveja. Orgulhe-se disto.

76. Sim, MANOWAR podia ser viking, mas Loki os levou para o caminho errado.

77. Odin = Bom. Loki = Ruim.

78. Amon Amarth = bom. Enslaved = ruim.

79. Lembre-se, você é viking e não reggae, então nada de bichinhos e fungos no cabelo, só na barba (regra #62).

80. Valhalla?? Três palavras: valquírias, valquírias, valquírias.

81. Mesmo se você tenha nascido no sertão do Ceará, se alguém perguntar de onde você vem, você deve falar “Das montanhas geladas do Norte”.

82. E se perguntarem onde você trabalha diga “Nas planícies de gelo do Noroeste onde nasce o fogo e o aço”. Você acabou de falar que trabalha numa metarlúgica na Groenlândia, mas não era pra ninguém entender.

83. O chapéu viking tem 2 utilidades: para usar na cabeça e como caneca de cerveja.

84. Se algum Black Metal te encher o saco, mostre-lhe uma terceira utilidade do chapéu viking.

85. Você é único, você e as outras mil bandas que soam iguais.

86. Você não é o Manowar, então não precisa ser bombado (lembre-se da regra #75).

87. Os únicos quadrinhos que prestam são os de “Hagar, o Horrível”.

88. Se duvidarem da sua masculinidade, mostre a barba. Se ainda duvidarem, mostre a espada. Se ainda duvidarem, mostre o machado. Se ainda duvidarem, considere-o o Dani Filth (regra #22).

89. Não monte uma banda, monte um exército nórdico.

90. O nome da banda deve ser bem nórdico. Se possível cite um deus no nome, exemplo “Thor’s Hammer of Frozen Death”.

91. Lembre-se, gelado é viking. Use-o sempre que puder.

92. Para os nomes das músicas use duas palavras totalmente antagonistas. Por exemplo “Warm Sun of Cold Plains” ou “Death Valley of Life”. Muito Viking, não?

93. Vikings são ecléticos. Tanto importa a espada, o machado ou a lança.

94. Uma música de viking metal é composta de três barulhos: urros (vocal), grunhidos (guitarras) e pancadaria (bateria).

95. Você me pergunta, e o baixista? Eu te respondo: está bêbado.

96. Quando chover, fique com raiva. A chuva estraga os seus drakkars.

97. Só porque o Viking Metal veio do Black Metal não significa que você deve pintar a cara. Lembre-se da regra #10.

98. Com um machado na mão, o que você quiser, você pode.

99. Você não é melhor do que os outros estilos. Os outros estilos é que são uma bosta.

100. Cervejaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

101. Não se mostre demais. Senão acabarão descobrindo que você depila os mamilos.



Em homenagem ao Bassmonster Raphael, dica do Fou Loo. Retirado daqui. ;P